Sun, 23 de Jan de 2022

Suspeito de provocar prejuzo de R$ 400 mil com furto de gado preso em Anpolis

Investigaes apontam que Adlio Ribeiro de Mendona retirava semoventes de propriedades vizinhas s que eram alugadas por ele

14/01/2022 16h08
Mais Gois

(13), suspeito de provocar um prejuízo superior a R$ 400 mil para criadores de gado em Anápolis. Para praticar os furtos sem ser notado, Adélio Ribeiro de Mendonça, segundo a Polícia Civil, alugava pastos que faziam divisa com fazendas que possuíam muitas cabeças de gado.

Há quatro meses que a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR) tomou conhecimento que vários semoventes estavam desaparecendo de algumas fazendas que ficam perto de Anápolis. Ao investigar o caso, os agentes constataram que a cerca das propriedades de onde pelo menos 120 cabeças de gado foram furtadas, haviam sido cortadas, e depois reparadas, sempre da mesma forma.

Ficou constatado, segundo a delegada Rafaela Azzi, titular da DERCC, que Adélio Ribeiro cortava as cercas durante a madrugada, tocava o gado para o pasto que havia alugado, colocava os animais em um caminhão, e encaminhava para outro local. Para não levantar suspeitas, e fazer com que vizinho demorasse a constatar a falta do animal, ele retornava na divisa das propriedades, fazia o reparo na cerca que havia cortado, e deixava o pasto que havia alugado sempre antes do vencimento do contrato, ficando poucos dias no local. O gado roubado, então, era remarcado pelo próprio Adélio, e vendido para criadores de outras localidades.

Como Adélio é suspeito de cometer vários outros delitos semelhantes, a Polícia Civil resolveu divulgar o nome e a imagem dele para que, caso novas vítimas o reconheçam, que apareçam na DERCR para denunciá-lo. A divulgação da imagem e identificação do preso foi realizada nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 547/2021 – PC e despacho da delegada titular desta unidade, nº 03 DERCR/DGPC- 13550, responsável pelas investigações, especialmente porque visa a identificação de eventuais crimes outros cometidos pelo investigado, bem como surgimento de novas testemunhas e elementos informativos.

A reportagem do Mais Goiás não conseguiu contato com a defesa de Adélio, mas o espaço está aberto, caso queiram se pronunciar. Além da prisão preventiva, os policiais também cumpriram mandados de busca e apreensão no imóvel onde o suspeito estava morando, no Distrito de Souzânia, que fica perto de Anápolis.

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
TOP 10
Confira as 10 mais tocadas dessa semana
udios
Jornal do Meio Dia - 21.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 20.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 19.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 18.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 17.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 12.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 11.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 11.01.2022
Vice-presidente da Alego, Cairo Salim, visita Mineiros
Jornal do Meio Dia - 11.01.2022
Deputado Z Mrio fala sobre assinatura da ordem de servio para pavimentao da GO-341
Jornal do Meio Dia - 10.01.2022
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 30.12.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 29.12.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 27.12.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 24.12.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 23.12.2021
Alexandre Garcia
Anterior Proximo