Fri, 18 de Sep de 2020

Tereza Cristina diz que abastecimento interno não está ameaçado

Ministra acrescentou que todos os dias o ministério faz um diagnóstico para cada setor, na tentativa de prever o que pode vir no futuro

22/05/2020 14h15
O Popular

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou, nesta sexta-feira (22), que o aumento das exportações agropecuárias do Brasil não ameaçam o abastecimento do mercado interno. Em transmissão ao vivo na internet sobre oportunidades e perspectivas do agronegócio no cenário da ovid-19, promovida pelo Instituto de Engenharia, ela ressaltou que as exportações fluem bem e que o setor continua conseguindo abastecer com os mercados interno e externo.

Segundo ela, o governo federal acompanha com atenção questões relacionadas ao abastecimento e aos preços para o consumidor final. "Além de abastecer o mercado interno, ainda estamos cumprindo os contratos com os parceiros internacionais e isso traz confiança para o Brasil nas relações comerciais", disse.

A ministra acrescentou que todos os dias o ministério faz um diagnóstico para cada setor, na tentativa de prever o que pode vir no futuro, e afirmou que o acompanhamento dos estoques é fundamental para garantir a segurança alimentar do Brasil e o cumprimento dos contratos comerciais.

Nesse sentido, Tereza Cristina informou que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está sendo reformulada para que também seja uma empresa de inteligência estratégica, controlando tanto os estoques internos quanto o que está disponível para ser exportado. "É óbvio que, se houver algum problema de abastecimento, o mecanismo que temos é fechar as exportações, como fez a Rússia com o trigo", afirmou, acrescentando que não há preocupação nesse sentido com nenhuma produto agrícola.

Com a pandemia do novo coronavírus, o País chegou a enfrentar problemas logísticos, mas os embarques não foram afetados significativamente e os gargalos já foram solucionados, com um trabalho integrado entre os ministérios da Agricultura e da Infraestrutura, envolvendo também os Estados e municípios, disse a ministra.

Segundo ela, o agronegócio brasileiro é um dos setores que estão mais preparados para contribuir com a retomada econômica do País no cenário pós-covid-19. Isso ocorre, disse, especialmente porque, como o novo coronavírus só chegou ao Brasil em fevereiro, o ministério teve tempo para se preparar, identificando os problemas que o setor poderia ter. "Criamos imediatamente um grupo de acompanhamento e esse trabalho conseguiu nos dar uma noção dos setores que seriam mais afetados."

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
áudios
Jornal do Meio Dia - 17.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 17.09.2020
Cartório da 21ª Zona Eleitoral faz balanço sobre as convenções partidárias em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
Mudança na legislação de aquisição de imóveis rurais por empresas estrangeiras pode atrair investimentos para o Brasil
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
MDB oficializa candidatura para a majoritária em chapa mista com o PP em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 15.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 15.09.2020
Presidente da Faeg José Mário Schreiner alta do preço do arroz no Jornal do Meio Dia
Jornal do Meio Dia - 14.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 14.09.2020
Cufa vai doar 400 chips de celular com pacote de internet e ligações para famílias carentes de Mineiros
Jornal do Meio Dia - 12.09.2020
Promotor de Justiça em Mineiros, Henrique Gulin, faz apelo à população sobre a Covid-19
Jornal do Meio Dia - 12.09.2020
DEM confirma candidatura para a majoritária em chapa mista com o PDT em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 11.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 11.09.2020
Prefeito de Mineiros Agenor Resende pede uso consciente por parte da população
Jornal do Meio Dia - 11.09.2020
Promotor de Justiça Henrique Golin faz alerta sobre a segunda onda da Covid-19 em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 10.09.2020
Alexandre Garcia
Anterior Proximo