Fri, 15 de Nov de 2019

Venda de 49% das ações da Saneago aguarda sanção de Caiado

Deputados aprovaram projeto de lei, em segunda e última votação, nesta quinta-feira (7/11).

08/11/2019 10h49
O Dia Online

O projeto de lei que autoriza a venda de até 49% das ações da Saneago aguarda sanção do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). A matéria foi aprovada em segunda e última votação, nesta quinta-feira 97/11), no plenário da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Para os parlamentares da base do governo, a abertura de capital trará novos investimentos para a estatal e que mesmo com a comercialização de parte das ações, o Estado continuará no controle da empresa. De acordo com o deputado Major Araújo, que subiu à tribuna para defender a Oferta Pública Inicial de Ações [IPO] da Companhia, a medida, já adotada por grandes empresas de saneamento, resulta em crescimento.

Durante a votação, o parlamentar ressaltou ainda que a gestão estadual está certa em buscar fontes alternativas para sanar os problemas causados pelo déficit. “Li a matéria e entendo as razões do Estado em vender as ações. O sonho de toda Companhia é entrar para o mercado de ações”, pontuou.

Os deputados Álvaro Guimarães, Henrique César, Wagner Neto e Humberto Teófilo também defenderam o projeto que permite a venda de até 49% das ações da Saneago.

Mesmo com venda de até 49% das ações, Saneago não será privatizada garante Caiado

Como reforçado por Caiado, a Saneago não será privatizada. “A Saneago continuará tendo o comando, com a preservação de 51% de suas ações. Buscamos dar musculatura à Companhia para não ceder espaço a outras empresas privadas que querem apenas [atuar] nas grandes cidades, deixando de lado mais de 100 municípios goianos que ficariam sem atendimento e água de qualidade”, ressaltou o governador.

Em concordância, o presidente da Companhia, Ricardo Soavinski, afirmou que o comando ficará com o Governo, que será detentor de 51% das ações da empresa. “Não é privatização. O comando fica com o Estado”, disse ele em audiência pública realizada no último mês.

Soavinski, após a votação do projeto, explicou ainda que a autorização de venda das ações já estava prevista desde a criação da empresa e que o projeto de lei enviado para a Assembleia apenas moderniza a negociação para os dias atuais. “Não é uma nova lei, não está se autorizando. Isso já está autorizado há mais de 50 anos, quando foi criada a empresa. Está na lei de criação da empresa essa possibilidade”, concluiu.

A versão impressa do Jornal Verde Vale é veiculada às sextas-feiras. Para quem não conseguiu garantir a leitura no fim de semana ou deseja indicar o conteúdo a outras pessoas, é disponibilizada a versão on-line, sempre na terça-feira seguinte a publicação.

Anterior Proximo
Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
Enquete
Ver Resultado
áudios
Jornal do Meio Dia - 14.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 14.11.2019
Correios de Mineiros já está recebendo cartas para a campanha ?Papai Noel dos Correios?
Jornal do Meio Dia - 13.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 13.11.2019
Projeto Câmara Enxuta é protocolado na Câmara de Vereadores
Jornal do Meio Dia - 12.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 11.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 08.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 08.11.2019
Aniversário de 50 anos da Academia Mineirense de Letras e Artes será realizado na próxima semana
Jornal do Meio Dia - 07.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 07.11.2019
2º Festival Estudantil ainda tem 20 vagas para apresentações em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 06.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 06.11.2019
O deputado federal Zé Mário (DEM-GO) apresentou emenda no valor de R$ 750 milhões para a duplicação da BR-364
Jornal do Meio Dia - 06.11.2019
Apae realiza 12º Costelão neste domingo
Jornal do Meio Dia - 05.11.2019
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 05.11.2019
José Mário Schreiner é reeleito presidente do Sistema Faeg-Senar
Anterior Proximo